domingo, 3 de junho de 2012

Museu Paraense Emílio Goeldi abre concursos para 20 vagas

Cargos são de nível médio e superior. Os salários vão de R$ 2.711,28 a R$ 11.690,76.

Do G1, em São Paulo

O Museu Paraense Emílio Goeldi, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, lançou 4 editais de concursos públicos para o total de 20 vagas em cargos de nível médio e superior. O museu está localizado na Avenida Magalhães Barata, nº 376, São Braz, Belém. Os salários vão de R$ 2.711,28 a R$ 11.690,76. Os editais foram divulgados no "Diário Oficial da União" desta sexta-feira (1) entre as páginas 39 e 51 da Seção 3.

Inscrições
De 30 de julho a 24 de agosto
Vagas
20
Salário
De R$ 2.711,28 a R$ 11.690,76
Taxa
De R$ 50 a R$ 150
Prova
16 de setembro e de 5 a 30 de novembro

Um dos editais é para 7 vagas de pesquisador adjunto I. Os candidatos devem ter título de doutor nas áreas especificadas do edital e experiência de três anos.

Os cargos são de pesquisador adjunto I são para as áreas de arqueologia amazônica, estrutura de ecossistema e uso da terra, botânica: fitoquímica, botânica: taxonomia de fanerógamas, zoologia: taxonomia de insetos, zoologia: taxonomia de vertebrados. O salário é de R$ 10.350,68.

Outro edital á para 1 vaga de pesquisador associado I na área de linguística indígena. O salário é de R$ 11.690,76. Os candidatos devem ter título de doutor em linguística ou
áreas afins, há no mínimo 3 anos.

O outro edital é para 1 vaga de tecnologista pleno 1 - padrão I, da carreira de desenvolvimento tecnológico. A remuneração é de R$ 5.519,87. O candidato deve ter nível superior em sistemas de informação, ou ciência da computação, ou processamento de dados, ou engenharia da computação, e ter o grau de mestre em redes de computadores ou ter realizado durante pelo menos 3 anos atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico na área de redes de computadores que lhe atribua habilitação correspondente. Além disso, deve ter experiência mínima em computação comprovada de 3 anos em projetos de suporte e manutenção de redes de computadores.

As inscrições dos três editais devem ser feitas de 30 de julho a 24 de agosto na sede do Museu Paraense Emílio Goeldi, no Serviço de Recursos Humanos, das 8h às 12h e das 13h às 17h, nos dias úteis. A taxa é de R$ 150 para pesquisadores adjunto e associado e de R$ 100 para tecnologista.

Os concursos terão prova escrita, análise de títulos, defesa pública do memorial e prova de erudição.

As provas serão realizadas no Campus de Pesquisa do Museu Paraense Emílio Goeldi, à Avenida Perimetral, nº. 1901, Bairro Terra Firme, Belém, Pará. O período previsto para a realização das etapas é de 5 a 30 de novembro.

Todas as convocações e resultados relativos ao concurso serão divulgados no site www.museu-goeldi.br.

O quarto edital é para 11 vagas de técnico 1 - padrão I, na carreira de desenvolvimento tecnológico. Nesse caso, o concurso será organizado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp).

Os cargos de nível médio são de técnico em editoração eletrônica, ciências humanas: técnico em conservação de acervos científicos ou em práticas museais, botânica: técnico em química, botânica: técnico em coleções botânicas, zoologia: invertebrados, zoologia: vertebrados, ciências da terra e ecologia: acervo e laboratório de paleontologia, técnico em informação e documentação, Parque Zoobotânico - técnico em nutrição animal, Parque Zoobotânico - técnico em Jardim Botânico. O salário é de R$ 2.711,28.

As inscrições devem ser feitas no site www.fadesp.org.br de 30 de julho a 24 de agosto. O valor da taxa de inscrição é de R$ 50,00.

O concurso terá prova objetiva e prova prática. A prova objetiva será realizada no dia 16 de setembro, no horário das 8h às 13h.

2 Comentários. Comente já!:

mylla disse...

E aos etudantes de biologia?na tera como fazer este concurso?

Fábio Schlickmann disse...

Olá,

Veja no edital quais os cursos superior que são requisitos. Caso o seu curso não esteja lá, podes fazer para nível médio.

Um abraço

Postar um comentário