quarta-feira, 6 de junho de 2012

Concurso do governo de TO para 6.352 vagas recebe 124 mil inscrições

São 4.513 vagas imediatas e 1.839 para formação de cadastro de reserva. Os salários vão de R$ 762,56 a R$ 4.483,12.

Do G1, em São Paulo

O concurso do governo de Tocantins para 6.352 vagas - 4.513 imediatas e 1.839 para formação de cadastro de reserva - recebeu 123.908 inscrições, sem contar os candidatos que ainda não pagaram o boleto da taxa de inscrição, que vence nesta terça-feira (5). Os valores são de R$ 90,00 para nível superior, R$ 60,00 para nível médio e de R$ 35,00 para nível fundamental. O não pagamento da taxa resultará na anulação automática da inscrição. Os salários vão de R$ 762,56 a R$ 4.483,12.

O número de inscritos deixa o concurso com 20% de inscrições acima do anterior. Destas, 67.853 correspondem aos inscritos do concurso anulado que não pediram restituição de taxa, ou solicitaram, mas não receberam por falta de dados bancários, e 56.055 novas inscrições confirmadas até o momento. Do total, 27.407 se inscreveram para cargos de nível fundamental, 54.016 para nível médio, 16.829 para nível médio técnico e 25.656 para cargos de nível superior. Há 106.029 inscrições à espera de confirmação, mediante o pagamento da taxa de inscrição.

Os candidatos que se declararam portadores de necessidades especiais no ato da inscrição têm até esta terça-feira para enviar o laudo médico (original ou cópia autenticada), via Sedex com AR (aviso de recebimento), para o endereço da AOCP – Concursos Públicos, Caixa Postal 131, Maringá –PR, CEP: 87.001-970. As mulheres que, no ato da inscrição, indicaram a opção lactante, também precisam enviar até esta terça cópia simples da certidão de nascimento da criança, via Sedex com AR (Aviso de Recebimento) em envelope fechado endereçado à AOCP Concursos Públicos.

Os cargos de nível superior são de administrador, analista de comunicação social, analista de comunicação social - publicidade e propaganda, analista de comunicação social - relações públicas, analista de suporte técnico, analista em desenvolvimento social, analista em tecnologia da informação, analista em turismo, analista técnico-administrativo - habilitação em análise de sistema, analista técnico-administrativo, analista técnico-administrativo - habilitação em filosofia, analista técnico-administrativo - habilitação em letras, analista técnico-administrativo - redator, analista técnico-jurídico, analista veicular, antropólogo, arquiteto, biblioteconomista, biólogo, conciliador de defesa do consumidor, contador, economista, enfermeiro do trabalho, engenheiro agrícola, engenheiro agrimensor, engenheiro agrônomo, engenheiro ambiental, engenheiro cartógrafo, engenheiro civil, engenheiro civil - especializado em engenharia rodoviária, engenheiro de alimentos, engenheiro de segurança do trabalho, engenheiro eletricista, engenheiro florestal, engenheiro mecânico, engenheiro químico, engenheiro sanitarista, estatístico, extensionista rural - área ambiental - biólogo, extensionista rural - área ambiental - engenheiro ambiental, extensionista rural - área ambiental - engenheiro florestal, extensionista rural - área ambiental - geógrafo, extensionista rural - área econômica - engenheiro agrícola, extensionista rural - área econômica - engenheiro agrônomo, extensionista rural - área econômica - engenheiro de alimentos, extensionista rural - área econômica - engenheiro de pesca, extensionista rural - área econômica - medico veterinário, extensionista rural - área econômica - zootecnista, extensionista rural - área social - assistente social, extensionista rural - área social - economista doméstico, extensionista rural - área social - nutricionista, extensionista rural - área social - pedagogo, geógrafo, geólogo, gerontólogo, gestor público, historiador, inspetor agropecuário – médico veterinário, inspetor agropecuário - engenheiro agrônomo, inspetor de recursos naturais, inspetor de recursos naturais - antropologia / sociologia, inspetor de recursos naturais - biologia, inspetor de recursos naturais - engenharia agrícola, inspetor de recursos naturais - engenharia agronômica, inspetor de recursos naturais - engenharia ambiental, inspetor de recursos naturais - engenharia florestal, inspetor de recursos naturais - engenharia sanitária, inspetor de recursos naturais - geografia, inspetor de recursos naturais - química industrial, inspetor de serviços fiscais, jornalista, médico do trabalho, médico veterinário, museólogo, pedagogo, pedagogo - segurança de trânsito, psicólogo organizacional, químico, repórter fotográfico, sociólogo e zootecnista.

Os cargos de nível médio são de almoxarife, assistente administrativo, cenotécnico, desenhista, examinador veicular, fiscal agropecuário, fiscal ambiental, fiscal das relações de consumo, fiscal de trânsito, fiscal metrológico, fotógrafo, guarda de parque, técnico agrícola, técnico agropecuário, técnico eletricista, técnico em agrimensura, técnico em contabilidade, técnico em defesa do consumidor, técnico em edificações, técnico em eletrônica, técnico em extensão rural - habilitação em técnica agrícola, técnico em extensão rural - habilitação em técnica agropecuária, técnico em informática, técnico em operações de suporte e desenvolvimento, técnico em saneamento ambiental e técnico em segurança do trabalho.

Os cargos de nível fundamental são de auxiliar administrativo, motorista, operador de máquinas - máquinas agrícolas, escavadeira hidráulica, motoniveladora patrol, pá mecânica, retroescavadeira, rolo compactador, trator de esteira e trator de pneus (roçadeira) e operador de navegação fluvial.

Os candidatos que não solicitaram a restituição do valor pago referente à inscrição no concurso público anulado pela Portaria/SECAD nº 167, de 17 de fevereiro de 2011, publicada no Diário Oficial do Estado nº 3326, de 18 de fevereiro de 2011, estão automaticamente inscritos para o mesmo cargo/perfil/município a que se inscreveram anteriormente.

As provas objetivas serão realizadas nas cidades de Araguaína, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Palmas, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional e Tocantinópolis, em 15 de julho para os cargos de nível médio e no dia 22 de julho para os cargos de nível fundamental e de nível superior.

No dia 15 de julho, pela manhã, farão as provas apenas os candidatos ao cargo de assistente administrativo, nível médio. O período da tarde será dedicado aos demais cargos de nível médio e médio técnico. Segundo o secretário da Administração, Lúcio Mascarenhas, esta divisão se deve ao fato de 82% do total de inscrições de nível médio serem para o cargo de assistente administrativo.

No dia 22 de julho haverá provas para candidatos a cargos de nível superior, pela manhã, e para nível fundamental à tarde.




0 Comentários. Comente já!:

Postar um comentário